“Bombarral sempre uma descoberta – Memórias da vila há cem anos”

Integradas nas comemorações do Centenário da Criação do Concelho do Bombarral, realizaram-se as Jornadas Europeias do Património 2014, organizadas pelo Município do Bombarral e pela AHP – Aldeias Históricas de Portugal.

[scrollGallery id=31]

Integradas nas comemorações do Centenário da Criação do Concelho do Bombarral, realizaram-se as Jornadas Europeias do Património 2014, organizadas pelo Município do Bombarral e pela AHP – Aldeias Históricas de Portugal.

Na sessão de abertura o presidente da Câmara, José Manuel Vieira, referiu a importância da iniciativa e agradeceu aos elementos nela envolvidos e sublinhou que “o Bombarral adoptará os 10 mandamentos que regem os princípios d​a AHP e que assentam na acção integrada de exploração dos recursos patrimoniais, com base no desenvolvimento sustentável, relevando os aspectos socioeconómicos e turísticos”.

Isabel da Veiga Cabral, representante da AHP, referiu que “a estratégia da AHP passa por recuperar, revalorizar e divulgar o Património cultural identitário de cada localidade e região, de forma concertada com as Câmaras e comunidades, para criar uma marca estruturante, onde assente o desenvolvimento económico e turístico da região, em interligação com o das outras regiões do País”.

Após a sessão de abertura, iniciou-se o ciclo de conferências com “Bombarral Materialização da Identidade”, por Luís Raposo, Vice-presidente do ICOM Internacional, que falou sobre a gestão plural do património arqueológico e na problemática da sua gestão e musealização.

A visita de “José Leite de Vasconcelos” – representada pelo grupo “Os Lendários”, introduziu a conferência seguinte.

Cláudia Manso, arqueóloga do Museu Municipal, falou sobre o pioneirismo das intervenções na Columbeira por arqueólogos amadores do Bombarral e mostrou fotografias inéditas.

A AHP ofereceu aos conferencistas sacos tradicionais com bolos da região, que farão parte da Marca do Bombarral.

À tarde os participantes visitaram o Museu, a casa da Quinta das Cerejeiras e a capela da Madre de Deus, acompanhados por “Abel Pereira da Fonseca ”,​ do grupo de teatro “Os Lendários”, e pelos proprietários.

No interior do edifício admirou-se o mobiliário de época – a sala de jantar de estilo Henrique II, a de visitas de gosto indiano e o quarto, de gosto romântico, estilo Luís XV.

Seguiu-se, nos Claustros do Palácio Gorjão, um Sarau à moda Romântica, pela Associação Danças com História e apresentado por “Abel Pereira da Fonseca”, tendo o Presidente da Câmara, encerrado as Jornadas, congratulando-se pelo sucesso alcançado e reiterando a disponibilidade para o desenvolvimento de um Projecto conjunto com a AHP.

Agradecimentos:
Rui Louraço, Photography & Film (filme)
Câmara Municipal do Bombarral (fotos)

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+